quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A BICA DO ENGENHO IMBU (Por José Edinilson - NIlsinho)

VEJA MAIS UMA OBRA DO ARTISTA VICENCIANO NILSINHO. A BICA DO IMBU COM SUA EXUBERANTE PAISAGEM. REGISTRO DE UM PASSADO NEM TÃO DISTANTE. PARA VER E GUARDAR.

PAULO RETOMA CAMPANHA COM EMOÇÃO PELAS RUAS DO RECIFE

Socialista recebeu o carinho dos recifenses que enxergam nele o candidato capaz de avançar nas conquistas de Eduardo

Foto: Helter Duarte
Mais de seis mil pessoas tomaram as ruas do Centro do Recife, nesta quarta-feira (20), para protagonizar a emocionante retomada da campanha que levará Paulo Câmara (PSB) ao Palácio do Campo das Princesas. A caminhada reuniu militantes, aliados, e, principalmente, populares, que faziam questão de mostrar que enxergam no socialista a continuidade com avanços do projeto iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos. Acompanhado do seu companheiro de chapa Raul Henry (PMDB/vice), Paulo foi abraçado, beijado e "intimado" a dar prosseguimento às transformações que mudaram a vida dos pernambucanos nos últimos anos.
Levado pela esperança demonstrada nos olhos daqueles que o cumprimentavam, Paulo Câmara reforçou o seu compromisso de honrar o legado de Eduardo Campos, avançando nas conquistas. "Estou, como Eduardo estaria, muito feliz. Vamos fazer ainda mais porque Eduardo preparou o Estado para isso. Vamos avançar cada vez mais", afirmou o postulante, destacando o efeito da energia dispensada pelos pernambucanos nesse momento de superação. "Estou animado, motivado, confiante e empolgado com essa demonstração da militância da Frente Popular", exaltou Câmara, na Tribuna 40, sendo aplaudido pela multidão que se reuniu no local de encerramento da caminhada.
Durante todo o percurso de pouco mais de um quilômetro, populares entregavam mensagens de força e otimismo a Paulo Câmara. Diversas manifestações de gratidão e confiança no ex-governador Eduardo Campos deixaram o socialista emocionado.
A empregada doméstica Miriam Farias, de 44 anos, revelou que sempre votou na Frente Popular e que seguirá apostando nas transformações que estão sendo assumidas, por meio de compromissos, por Paulo Câmara. "Tudo o que Eduardo Campos prometeu foi realizado. Ele fez tudinho. Não mentia para a gente. Ele escolheu Paulo e vamos confiar de novo. Não se pode parar tudo isso que está dando certo", ressaltou.
Impossibilitada de ir à rua devido ao seu trabalho, Maria Valeria, caixa de uma lanchonete na Rua Duque de Caxias, chamou, aos gritos, Paulo Câmara para lhe dar um abraço e lhe confirmar o voto. "Estou com ele. Eduardo era humilde e ouvia as pessoas. Paulo parece ter a mesma 'cara'. Voto e pedirei voto para ele. Tenho certeza de ​​que ele vai ser um grande governador", indicou.

UNIDADE- A caminhada que marcou a retomada da campanha de Paulo Câmara foi prestigiada por representantes de todas as alas da Frente Popular. Deputados, vereadores, prefeitos e militantes marcharam ao lado do candidato ao Governo do Estado. "Estamos, meus amigos, mais unidos e mais fortes do que nunca", cravou. (A.I.)

NOTA À IMPRENSA: COLIGAÇÃO PERNAMBUCO VAI MAIS LONGE


 
NOTA À IMPRENSA
COLIGAÇÃO PERNAMBUCO VAI MAIS LONGE

Foi com indignação que os integrantes da Coligação Pernambuco Vai Mais Longe (PTB, PDT, PT, PSC, PRB e PTdoB) receberam a decisão monocrática, proferida por um Desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE), de vetar a utilização de quaisquer imagens ou áudios do ex-governador Eduardo Campos.

Esta decisão, de forma insólita, tornou inválidas outras duas já tomadas. Uma de forma monocrática e outra colegiada, e que rejeitavam qualquer tentativa de censura prévia, tendo em vista que não há qualquer intenção de distorcer fatos ou desabonar a honra e a trajetória do ex-governador Eduardo Campos.

É lamentável que a propaganda eleitoral em Pernambuco seja inaugurada sob o signo da censura prévia, da afronta à liberdade de expressão, ferindo princípios basilares do Estado de Direito.

A Coligação Pernambuco Vai Mais Longe tem a certeza de que o Tribunal Regional Eleitoral, dentro de sua tradição consolidada de assegurar os princípios norteadores do regime democrático, seguramente corrigirá esse equívoco, quando do julgamento do agravo regimental, permitindo que o povo pernambucano possa livremente se manifestar, sem sofrer qualquer tipo de censura em suas convicções.

Com as iniciativas que tomou nos últimos dias, a coligação adversária tenta assegurar a apropriação meramente partidária ou de facção política de uma figura pública, cuja trajetória pertence a toda a sociedade.

É preciso que a Frente Popular aprenda com as palavras da própria Marina Silva, agora candidata à Presidência da República, que, de forma lúcida, sublinha a diferença entre legado e herança.

Afirma Marina Silva:

“Nosso esforço, de todos os brasileiros, independente de partido, é de que seu esforço, sua trajetória, sua insistência em renovar a política não seja tratada como herança, onde cada um pega um fragmento do despojo, mas que seja tratado como um legado, em que quanto mais pessoas puderem se apropriar dele, melhor fica”.

Recife, 20/08/2014

Coligação Pernambuco Vai Mais Longe
(PTB, PDT, PT, PSC, PRB e PTdoB)
 

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

NILSINHO: HISTÓRIA E ARTE A SERVIÇO DE VICÊNCIA

OBRAS DO ARTISTA PLÁSTICO JOSÉ EDINILSON, NILSINHO, ENFEITAM O BLOG NOS PRÓXIMOS DIAS

A PARTIR DE HOJE VOCÊ VAI ACOMPANHAR AQUI NO VICENCIANET AVIDA E A OBRA DE UM IMPORTANTE ARTISTA DA NOSSA TERRA. QUEM O VÊ DE LONGE OU DE PERTO E NÃO CONHECE SUAS HABILIDADES COM A ARTE, ACHA QUE ELE NÃO É DE NADA. MAS, DÊ-LHE UM PINCEL, UM LÁPIS, OU SIMPLESMENTE UM PEDAÇO DE CARVÃO, QUE A OBRA NASCE.

ARTISTA NATO, UM TANTO DESPREZADO PELO TORRÃO NATAL (ATÉ O CRISTO SOFREU ESSE MAL!), JOSÉ EDINILSON COSTA, O NILSINHO, DE 54 ANOS É UMA FIGURA ÍMPAR NO MUNICÍPIO DE VICÊNCIA. SUA VOZ COMPASSADA É RECONHECIDA AO LONGE E O DESESPERO CERTAMENTE NÃO FAZ PARTE DA SUA VIDA. 

O TEXTO ABAIXO MERECE SER ARQUIVADO POR ESTUDANTES DE HISTÓRIA, SOCIOLOGIA,  ARTES PLÁSTICAS E LITERATURA. A PRODUÇÃO É DE JÉSSIKA LIMA COSTA, ESTUDANTE DA UPE E FILHA DE EDINILSON, EM PARCERIA COM EDINALDO SÍLVIO PEREIRA, ARTESÃO, PRODUTOR CULTURAL E CORDELISTA.

ALÉM DO TEXTO, TODOS OS DIAS, O VICENCIANET ESTARÁ EXIBINDO UMA OBRA DO ARTISTA. COMEÇAMOS COM O ESPLENDOR DO ENGENHO POÇO COMPRIDO EM ÓLEO SOBRE TELA.

EDINILSON, UMA ALIANÇA COM A ARTE, E SEUS DESEMPENHOS EM OUTRAS ÁREAS.

Por Jéssika Lima Costa (Estudante  do curso de História na UPE) e Edinaldo Sílvio Pereira (Artesão, produtor cultural e cordelista)

"Quando os primeiros trabalhos (desenhos) de Edinilson começaram a aparecer nas paredes das ruas, causou espanto em muitas pessoas. Grandes partes delas nunca tinham sido vistas ao vivo, trabalhos assim; de forma mais real. A trajetória desse artista, você vai ler a seguir."

José Edinilson Costa, também conhecido como Nilsinho; quem o vê fazendo algum tipo de trabalho, às vezes até grosseiro, não imagina o artista que ele é...

É natural de Vicência. Com uns sete anos de idade foi morar no Recife e depois em Olinda onde foi matriculado em um colégio. Tempos depois voltou e foi matriculado no Juvenato Padre Guedes. Nunca foi bom aluno nem na fase de criança nem na de adolescente, mas se destacava nos desenhos e outros trabalhos de arte, e nas muitas brigas que se envolvia dentro e fora da escola, (apesar de não provocar e ter um temperamento calmo). Nas brincadeiras, quando a turma queria fazer ou consertar alguma coisa, falavam logo o seu nome. Nesse tempo, na década de 1970, vários motoristas andavam com um menino para ajuda-lo, e Edinilson andava com o seu irmão, mas nunca teve o sonho de ser choffer como as crianças da época tinham. 
De espírito aventureiro e ecológico; desde a infância a fase adulta, teve gosto pela aventura, embrenhando-se nas matas e sítios com os colegas, atravessando rios em períodos de enchentes, escalando monte, árvores, torres, fazendo longas caminhadas pelas serras, acampando, etc. Abandonou os estudos por vários anos na sexta série (2º ano ginasial) hoje 7º ano. Às vezes trabalhava ajudando seu pai que era sapateiro. No início da maior idade foi trabalhar como servente de obras e posteriormente pedreiro. Sua fama logo se espalhou graças à boa qualidade do seu acabamento. 
Entrou para a prefeitura, mas depois foi dispensado junto com a equipe que concluíram a obra. Pouco tempo depois foi convidado a voltar, mas não aceitou o convite, pois foi ingressar na CERSIL, uma cooperativa de eletrificação rural, na época administrada pelo governo do Estado através da CELPE. O super administrador Dr. Walter Alexandre da Silva que ocupava o cargo de gerente já o havia chamado duas vezes para esta empresa, mas foi na 3º vez que Edinilson resolveu aceitar; enquanto várias pessoas tentavam uma vaga por concurso ou indicação política. Durante muitos anos quem era famoso como desenhista em Vicência era o comerciante e artesão conhecido como Baixa Bilau; ele fazia máscaras e outras fantasias para vender no carnaval, abria letreiros (desenho de letras) etc. 
Era muito criativo, mas seus trabalhos eram rústicos e seus desenhos sempre eram em forma de bonecos. Posteriormente, depois da aparição de Edinilson, foram aparecendo outros, como: Neo Pintor com seus letreiros e Josuel com letreiros e desenhos. Antes de trabalhar de servente, Edinilson já fazia vários desenhos e outros trabalhos escolares para as pessoas. Certa vez resolveu fazer um trabalho para colocar na parede da sua casa: pintou um animal em uma folha de isopor, várias pessoas que viam queriam um. Fez vários, a maioria “0800”. Mesmo trabalhando de servente, nos dias de folga fazia seus trabalhos abrindo letreiros e as vezes desenhando nas paredes, causando muita admiração. Diz ele que não era nada espetacular, a razão era por que a maior parte do povo só viam coisas assim nos livros, revistas, TV, etc.

Durante os anos que passou na CERSIL como eletricista de AT e BT, trabalhou em vários serviços. Muitos deles duríssimos: eletrificando áreas rurais; muitas de difícil acesso. Não se destacou entre os melhores eletricistas, mas sim nos serviços mais perigosos (ele gostava) e em vários outros que fazia. Era tido como o Homem das 1001 utilidades. Em 1994 assumiu a oficina desta empresa como técnico em transformadores; fazendo vários melhoramentos, ficando como referência no Estado graças a qualidade dos serviços e aumento da produção. 
Durante os 19 anos que trabalhou na Cersil (1985 a 2004) foi difícil conciliar o trabalho da empresa com os de arte devido à carga horária que incluía horas extras. Mesmo assim nas folgas fazia suas artes e fez algumas exposições de pinturas: a primeira em 1989, a segunda em 1991, juntamente com os artistas Biart Cadena e Eunice Jerônimo; seguindo de mais umas quatro dentro e fora do município. Além dos desenhos e pinturas, fazendo também esculturas, artesanatos, fotopintura, restaurações de várias coisas; inclusive fotos e obras arquitetônicas. Quando brincava carnaval, suas fantasias eram as mais que chamavam atenção. Quando o procuravam para fazer algum desenho para alguma equipe em algum concurso, não queria participar, pois era sempre de última hora e não tinha tempo de caprichar; mas mesmo aceitando, quase sempre tirava em 1º lugar. Às vezes participa de comissão julgadora em concursos de arte, dá palestras nas escolas sobre desenhos, etc. O seu apego à cidade influenciaram nas dificuldades, principalmente devido à cultura e o poder aquisitivo local.  
Sua maior clientela é de outros Municípios; às vezes através de atravessadores que chegam a ganhar dez vezes acima do valor cobrado, principalmente quando é uma restauração de foto muito ruim que foi mal sucedida em Recife ou em outro lugar. (Na conferência de cultura de 2009, o prof. Samuel Cazumbá, que é preocupado com a cultura local comentou também sobre Edinilson, pois as novas gerações não o conhecia como artista). É difícil para ele viver só de arte em Vicência como também não quis mais trabalhar em firma de energia, pois lhe ocupava muito tempo. Por volta de 2005 foi trabalhar como segurança em uma equipe criada pela P.M.V que tempos depois foi extinta, e posteriormente passou a trabalhar com seu irmão. Resolveu fazer o exame supletivo onde concluiu o ensino médio; inscreveu-se no curso de educação física do CREF , na escola superior de educação física [ESEF] da UPE, ficando assim como professor de educação física (na área de musculação), categoria provisionada (não provisório). Ele já tinha academia de musculação e uns tempos com artes marciais desde 1992/93. Os equipamentos ele mesmo quem fazia e ainda o faz. 
Em 2011,  entrou na P.M.V. na área de segurança exercendo o trabalho de vigilante ou guarda municipal. Trabalhando certo, foi mais uma de suas virtudes. Foi um período melhor ficando mais fácil conciliar com a sua arte devido a carga horária ser menor; nesse tempo, também fez o curso de produtor cultural e começou a escrever um livro sobre a história de Vicência.  Depois das eleições de 2012,  foi dispensado. Edinilson é uma pessoa prestativa: contribui com serviços no Mercado Regional de Arte a vários anos, é membro de uma ONG ambiental(IPDAPE), faz parte do conselho de cultura, e do de turismo, foi um dos 4 da delegação que foi representar o município na conferência estadual de meio ambiente em 2013, é um defensor do patrimônio histórico, tem ideias importantes para o melhoramento do turismo no município,  entre outros. 
E não pensa em ser político, (talvez a sua vocação para certas coisas, tenha vindo de herança genética devido aos bons profissionais da família). Entre os bons profissionais da família estava seu pai, um afamado sapateiro que sua fama foi além...e sua mãe, uma talentosa costureira. Em 1884, seu bisavô paterno foi notícia no diário de Pernambuco, que, sem conhecimento de engenharia mecânica, modernizou a moenda de cana do engenho Tejo [extinto] aqui em Vicência. Pois assim concluímos que José Edinilson Costa, hoje com 54 anos, tem pouquíssimo tempo para aproveitar sua arte, seu talento e a sua inspiração.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

NOTA DE SOLIDARIEDADE (JOSÉ HUMBERTO E RICARDO TEOBALDO)

NOTA DE SOLIDARIEDADE

Ricardo Teobaldo e José Humberto, perplexos e profundamente consternados, desejam prestar total solidariedade à família do ex-governador Eduardo Campos, pelo prematuro e inesperado falecimento, ocorrido hoje 13 de agosto, em Guarujá, Estado de São Paulo.
Candidato a Presidência da República pelo PSB, EDUARDO CAMPOS, representava uma das mais expressivas lideranças jovens do país, pronto para alçar voos no cenário nacional, cheio de esperança e vigor e uma incontida vontade de mudar o país.
Solidarizam-se, pois, com todo o povo de Pernambuco, em particular e com muitos brasileiros que aprenderam a admirá-lo.
Essa tragédia que se abateu sobre todos nós, interrompe a trajetória de um homem publico admirável, de um pai de família exemplar e, sobretudo, de um projeto político ardorosamente construído e perseguido.
Que Deus o guarde e dê força aos seus familiares. Para os que ficam vale seguir com a bandeira da esperança e lutar por um Brasil melhor.

NOTA DO SENADOR ARMANDO MONTEIRO NETO

“Pernambuco perde um grande homem”

Nesse momento de grande tristeza que se abateu no coração de todos os  pernambucanos, o meu sentimento mais profundo se volta para a família de Eduardo Campos.  A perda para Renata, sua esposa, e para seus filhos Maria Eduarda, João, Pedro, José e do pequenino Miguel, é inestimável. Guerreira como ele, certamente ela saberá encontrar forças para superar tamanha dor e sofrimento. Dirijo especialmente a eles a minha solidariedade, de Mônica e da minha família nesse momento tão triste.

Ao longo da minha vida pública, o meu caminhar em vários momentos se cruzou com o de Eduardo e, em que pese divergências ocasionais, naturais da política, eu sempre tive a compreensão dos seus atributos e qualidades indiscutíveis como homem público.  Pernambuco perde um grande líder, de caráter combativo e obstinadamente dedicado ao trabalho. Ele deixa um legado, como político e como administrador, sobretudo pela maneira competente com que governou o nosso Estado por oito anos, inquestionavelmente um marco na nossa história. E foi exatamente esse conjunto de qualidades que o fez se destacar como uma nova e natural liderança no cenário nacional.

Há de se buscar agora, num momento em que todos compartilhamos essa sensação de perda, a inspiração para todos aqueles que continuarão a militar na vida pública. A dimensão humana de Eduardo ia muito além da sua atividade e do seu cotidiano político. O que sempre guardei foi a maneira como ele dedicou-se à família com devoção e amor.  Mesmo em meio ao turbilhão de compromissos que a vida pública impõe, ele sempre encontrou tempo para dedicar aos que mais amava.

Pernambuco reverencia a memória de Eduardo Campos, independente de circunstâncias políticas ou partidárias, que nesse momento ficam muito pequenas diante da dimensão dessa grande perda.

Também gostaria de externar o meu profundo sentimento de pesar aos familiares de Carlos Percol, Geraldo da Cunha, Marcos Martins, Alexandre Severo Gomes, Marcelo Lyra e Pedro Valadares Neto, nesse momento tão doloroso e difícil.

TRAGÉDIA NACIONAL: FIM DA ERA EDUARDO (E NÓS TESTEMUNHAS OCULARES DA HISTÓRIA)

EX-GOVERNADOR MORRE NO MESMO DIA EM MORREU O SEU AVÔ, MIGUEL ARRAES, HÁ 9 ANOS ATRÁS.

Por Samuel Cazumbá

Quando escrevi um artigo sobre os fatos históricos que moldaram e mudaram o mundo na transição do século XX para o XXI, incluí temas impactantes como o ataque terrorista ao World Trade Center e a derrota da Seleção Brasileira por 7 X 1 para a Alemanha. Nunca mais, nenhum desses eventos voltarão a acontecer novamente. Quem viu, viu; quem não viu, não verá mais.

Jamais poderia imaginar que seríamos testemunhas de mais uma tragédia sem precedentes. Em pleno auge de uma campanha presidencial, morre, em acidente de avião, o ex-governador e candidato ao Palácio do Planalto, Eduardo Henrique Accioly Campos, Eduardo Campos.

Assim como o avião (ou pelo menos o que restou dele) o coração dos pernambucanos está dilacerado. Sofrimento, angústia e perplexidade pelo ocorrido. Campos, que esbanjava simpatia por onde passava, deixa viúva e cinco filhos. É muito prático neste momento recortar e colar informações de sites e blogs falando sobre o acidente. Prefiro expor meus sentimentos, minha opinião, meu comentário, meus questionamentos, minhas argumentações, minha pragmática... Afinal, é disso que vivem os políticos: da palavra, do discurso, do mais absoluto pragmatismo.

O desaparecimento do ex-governador Eduardo Campos nos coloca mais uma vez frente a frente com a História. Da mata ao Sertão, do Agreste ao Litoral, na Capital ou na Área Metropolitana, a maioria absoluta dos pernambucanos viram, abraçaram ou até tiraram uma foto de ou com Eduardo. O socialista esbanjava simpatia por onde passava. Mesmo que tal comportamento não interferisse quando tinha de ser enérgico na tomada de decisões.

Amante de desafios, deixou o Governo do Estado e uma eleição tranquila para o Senado, para concorrer à Presidência da República. A parceria com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva proporcionou a Pernambuco um boom industrial. Isso o impulsionou a alçar voos mais altos. Se chegaria ao objetivo final, o eleitor decidiria em cinco de outubro. Mas o caminho estava traçado.

Assim como Miguel Arraes, Eduardo Campos vira mito. Terá seu nome eternizado em ruas, avenidas, escolas, aeroportos, rodovias, hospitais e tantos outros lugares. Seu jeito família de ser, o lado pai sempre presente, também será um legado eduardista. Uma de suas características era, sempre que podia, levar mulher e filhos aos eventos. Além da enorme lacuna no cenário político, Campos deixa um vazio insubstituível no seio familiar.

Perplexos, boquiabertos e meio atordoados aqui estamos nós mais uma vez. Noticiando os fatos e sendo testemunhas oculares da História de Pernambuco, do Brasil e do mundo. Um dia também faremos parte dela. Quem contará a nossa?

HEMOPE REALIZA COLETA DE SANGUE EM VICÊNCIA

POPULAÇÃO SEMPRE COLABORA COM HEMOCENTRO

A Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Padre Guedes, em Vicência, mais uma vez abre as portas para a solidariedade.

Uma equipe do HOMOPE estará presente nesta quarta-feira na referida escola, localizada na Rua Doutor Manoel Borba, no centro da cidade, para realizar mais uma coleta de sangue. As salas já estão devidamente preparadas para receber o público.

Os doadores devem comparecer ao local, onde farão o cadastro e serão encaminhados ao setor de triagem. Lá farão os exames de praxe e, se aptos para doação, farão um lanche e em seguida a coleta do material.

Podem doar sangue pessoas com mais de 50 quilos, gozando de boa saúde e que não tenham ingerido bebida alcoólica nas últimas 24 horas. Menores de idade podem doar, desde que estejam acompanhados pelo pai ou pela mãe.

A coleta tem início a partir das oito horas da manhã.

CAFÉ FILOSÓFICO: MORAL E ÉTICA EM DEBATE NA EREM PADRE GUEDES

EVENTO FOI O SEGUNDO DO ANO E REUNIU ESTUDANTES DE VICÊNCIA E MACAPARANA

A interdisciplinaridade entre Filosofia, Sociologia e outras matérias foi posta em evidência na noite da última segunda-feira (11) na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Padre Guedes em Vicência. Sob a coordenação do professor Luciano Santos, foi realizado o segundo Café Filosófico daquela instituição de ensino. "O nosso principal objetivo é promover a discussão que estimule os educandos a questionarem sobre cultura, arte, política e comportamento, sempre envolvidos pela Filosofia. É uma forma de contribuir para o cenário cultural", afirmou o professor Luciano.

Participaram como debatedores os professores Daniel Ferreira, da Escola de EREM Benedita Guerra, em Macaparana e Enedina Silva, da escola Dom Bosco, em Aliança. Também colaboraram na fala e na organização os professores Welygton Kléber e Samuel Cazumbá. Na plateia, alunos de segundos e terceiros anos, pais, corpo gestor e convidados.

Foram abordados temas referentes ao comportamento humano, com mostras de vídeos e apresentações dos alunos. As temáticas discutidas foram:
·         Como o ser humano pode ser ético e imoral?
·         Tudo o que é cientificamente possível, é eticamente permitido?
·         Diante do poder expressivo do discurso, é possível a pratica da ética?

·         Ética e demagogia - pontos que se misturam.

No final foi servido, não um simples café, mas um verdadeiro banquete aos presentes. 

De acordo com o professor Luciano o próximo encontro deve ocorrer no mês de novembro.

A EREM Padre Guede tem como gestora a professora Ivânia Figueiredo.

Veja mais fotos, clique AQUI

Ouça o áudio da entrevista do professor Luciano à Rádio NAZA FM:

terça-feira, 12 de agosto de 2014

EM ENCONTRO COM A JUVENTUDE, PAULO CÂMARA PROMETE A CONSTRUÇÃO DE 20 COMPAZ

Socialista comandou descontraído bate-papo com segmento
Foto: Rodrigo Lobo

Sensível à necessidade da promoção de ferramentas que despertem o sentimento de integração do jovem à sociedade, o candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), aproveitou reunião com diversas representações do segmento, nesta terça-feira (12), para assumir o compromisso da construção de 20 Compaz em Pernambuco. O aparelho - um conceito inovador elaborado por seu companheiro de chapa Raul Henry (PMDB/vice) - já vem sendo implementado pela gestão Geraldo Julio (PSB), no Recife.
"Vamos construir 20 Campaz ao longo dos próximos quatro anos em todas as regiões do Estado, nas maiores cidades que apresentam a necessidade desse equipamento. O Compaz é um avanço em relação às políticas sociais. E que chega no momento certo: após as transformações realizadas pelo Governo Eduardo Campos (PSB)", apontou Paulo Câmara, destacando outros mecanismos que serão fortalecidos em sua futura gestão. "Como o Programa Atitude, que atua no tratamento dos jovens envolvidos com drogas", ressaltou.

O Compaz é um equipamento público que dialoga com o aclamado conceito de "Cultura de Paz", que estabelece a adoção de instrumentos inclusivos associados à interação familiar. Os aparelhos atenderão pessoas de todas as idades, mas sobretudo com foco nos jovens, através de atividades de esporte, lazer e cultura, além de cursos de capacitação profissional no contra-turno do horário escolar. 

PAULO RUBEM AFIRMA QUE EDUCAÇÃO DEVE SEGUIR MODELO PEDAGÓGICO E NÃO, PUBLICITÁRIO

Crédito da foto: Leo Caldas/Divulgação
Paulo Rubem: “Educação deve seguir modelo pedagógico e não modelo publicitário”

O candidato a vice-governador pela Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Paulo Rubem (PDT), afirmou, nesta terça-feira (12), em entrevista à Rádio Globo Recife, que o governo de Armando Monteiro Neto (PTB) vai fazer uma revolução na educação de Pernambuco. Citando as duas principais ações do atual governo na área da educação - Ganhe o Mundo e a distribuição de tablets - ele questionou o impacto desses dois programas nos indicadores da Rede Estadual de Ensino.

"Quantos alunos foram enviados para intercâmbio no exterior? Digamos que tenhamos perto de um milhão de alunos na Rede Estadual de Ensino e que desse total dois mil alunos foram enviados para fora do Brasil. Para quem foi é uma experiência inesquecível, para os pais que foram ao aeroporto levar e receber esses jovens também foi algo fantástico. Porém, não geram impactos nos indicadores de toda a rede. Queremos assumir o Governo de Pernambuco, eu e Armando, para que tenhamos uma política de estado. Eu não posso dar atenção a apenas mil, dois mil alunos e esquecer do restante, 998 mil”, argumentou Paulo Rubem.

Na avaliação do candidato a vice-governador, o Estado tem obrigação de produzir indicadores para toda a rede estadual de educação e não fazer políticas localizadas. “Nós queremos ser um governo de indicadores para toda população de Pernambuco. O mesmo governo que mandou dois mil alunos para estudar língua estrangeira fora do país é o governo que em oito anos não erradicou o analfabetismo em Pernambuco, é o governo que ainda tem 205 mil crianças e adolescente de 7 a 17 anos fora da escola. É um estado que tem como taxa de analfabetismo mais que o dobro da média nacional”, criticou.

Na entrevista, Paulo Rubem deixou claro que não é contra o programa Ganhe o Mundo, mas afirmou que o governo estadual tem a opção de escolher entre o marketing ou implantar uma política de estado. “Qual o caminho mais fácil? É preparar vitrine, fotografar, é botar outdoor. É isso que o atual governo está fazendo. Nosso desafio é superar esse governo, que tomou iniciativas, fez, ninguém vai negar o que foi feito, mas não podemos negar que foram iniciativas de um modelo publicitário, não de um modelo pedagógico.”

A critica do candidato a vice-governador na coligação Pernambuco Vai Mais Longe também se estendeu à distribuição dos tablets. “É evidente que quanto mais acesso a equipamentos tecnológicos mais você motiva o jovem e a criança a se desenvolver. Mas, isso não é uma varinha mágica que automaticamente distribuiu o tablet ele vai ter inclusão digital, ele vai aprender mais, ele vai navegar melhor na internet. Na maioria das vezes nem internet você tem nas escolas”, disse.

PROPOSTAS - Na visão de Paulo Rubem é muito mais importante o Estado pensar a rede como um todo e cumprir com suas verdadeiras responsabilidades: toda criança na escola, professor habilitado em sala de aula, concursado e com carreira, uma rede de monitoramento do estado e município para que nenhuma criança esteja fora da escola. “Aí você vai universaliza o acesso à educação e valoriza o profissional da educação.”

Paulo Rubem ainda defendeu a criação dos centros regionais de formação de professores e o trabalho conjunto com a Universidade de Pernambuco, que terá o papel de ajudar a formar professores e fazer pesquisas. “Sem pesquisa não se faz qualificação de professores, não se muda indicadores. Vamos elevar o nível de escolaridade da população para que essa população, através da educação, da formação técnica e do conhecimento, possa ter uma maior participação na riqueza do estado”, finalizou Paulo Rubem. (Assessoria de Imprensa)

CANDIDATOS A GOVERNADOR CONVERSAM HOJE COM BLOGUEIROS DE PERNAMBUCO

OS SEIS CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO SERÃO ENTREVISTADOS PELA BLOGOSFERA PERNAMBUCANA. O PRIMEIRO SERÁ ANACLETO (PCB), HOJE.

A sabatina com os candidatos será feita por blogueiros de todas as microrregiões do Estado diretamente da Sede da AblogPE, no Centro do Recife, entre às 19h e 20h. Todos os pernambucanos poderão acompanhar interagindo pelas redes sociais e assistindo através do link do youtube.com/ablogpe

O primeiro entrevistado será Miguel Anacleto (PCB) nesta terça-feira (12/8), pelos seguintes blogs escalados: Folha de Limoeiro, Blog do Antonio Assis, Fé e Cidadania, Informe PE e Olinda Hoje. Os demais postulantes seguem as seguintes datas: na próxima quinta (14) será Zé Gomes (PSol), continuando com Jair Pedro (PSTU) no dia 19, Pantaleão (PCO) 21, além do dia 26 com Paulo Câmara (PSB), encerrando com Armando Monteiro (PTB) no dia 28. Todas as entrevistas ficarão disponíveis aos internautas e estes poderão fazer história participando deste fato inédito.
 
Da redação da ABLOGPE

domingo, 10 de agosto de 2014

ÉTICA E MORAL EM DISCUSSÃO NA EREM PADRE GUEDES EM VICÊNCIA

2º CAFÉ FILOSÓFICO REUNIRÁ ALUNOS, PROFESSORES E CONVIDADOS

Será realizado na noite desta segunda-feira (11) o segundo Café Filosófico promovido pela Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Padre Guedes em Vicência.

A coordenação do projeto é do professor Luciano Santos que tem como colaboradores Welygton Kléber e Samuel Cazumbá. Também participarão do evento os professores Daniel Ferreira, da EREM Benedita Guerra, em Macaparana; Enedina Silva, da Escola Dom Bosco, em Aliança e o Doutor Von Rommel, delegado de polícia da cidade de Vicência.

O segundo Café Filosófico terá como público-alvo alunos dos segundos e terceiros anos do Ensino Médio e será realizado no pátio da escola, com início previsto para 19 horas.

FRENTE POPULAR REALIZA DUAS CARREATAS NO ARARIPE

Paulo e Eduardo 
comandaram 
atos em Ouricuri 
e Bodocó nesse 
sábado.

Foto: Wagner Ramos

O Sertão do Araripe foi pintado de amarelo em duas grandes carreatas realizadas, nesse sábado (9), pela Frente Popular, em Ouricuri e Bodocó. Comandada pelo candidato ao Governo, Paulo Câmara (PSB), e pelo ex-governador e presidenciável, Eduardo Campos (PSB), a caravana - formada por mais de 2,5 mil veículos, entre carros e motos - reuniu nove prefeitos da região, além de vários ex-prefeitos e postulantes proporcionais. Ao longo dos dois atos, os moradores dos dois municípios fizeram questão de mostrar que estão fechados com o projeto que manterá Pernambuco no caminho do desenvolvimento e o que mudará o Brasil.
Os sertanejos quebraram o "protocolo" e interromperam em vários momentos a carreata para abraçar Paulo Câmara e Eduardo Campos e confirmar o apoio aos postulantes. Tanto em Ouricuri quanto em Bodocó, os populares se renderam às famosas “selfies” com a dupla socialista, que se emocionava com o carinho dispensado pelos pernambucanos do Araripe.
"Foram duas ótimas carreatas. Assim como vem ocorrendo em outros lugares, fomos recebidos muito bem pelas pessoas que nos reconhecem como a continuação de um processo que vem colocado Pernambuco em um papel de destaque no Brasil. E uma continuação que possibilitará o alcance de muitos avanços", comentou Paulo Câmara.

O ex-governador Eduardo Campos frisou que as duas carreatas na região do Araripe deixaram claro que a população pernambucana reconhece e confia no esforço implementado pelos governos da Frente Popular para recolocar o Estado em um patamar diferenciado de desenvolvimento e de qualidade de vida de sua população. "Os pernambucanos sabem como deu trabalho para fazer o Estado avançar, melhorar na saúde, na educação, na segurança pública. As pessoas querem que isso siga ocorrendo. E Paulo representa essa continuidade com avanços", destacou Eduardo Campos. (A.I.)

CARREATA DE ARMANDO MONTEIRO REÚNE 5 MIL NO PAJEÚ

Foto: Léo Caldas
Mais de 5 mil pessoas vão a carreata e comício de Armando no Pajeú

Principal reduto eleitoral do PSB no Sertão do Pajeú, o município de Afogados da Ingazeira recebeu a maior caminhada de Armando Monteiro (PTB), candidato a governador do Estado, até esta etapa da campanha eleitoral. Passavam das 21 horas deste sábado (9) quando mais de 5 mil pessoas saíram de suas casas para aderir à “onda azul” que ganhou as ruas da cidade sertaneja. No mesmo dia, Armando, o vice Paulo Rubem Santiago (PDT) e o senador João Paulo (PT), lideraram a primeira grande carreata da campanha, com mais de mil carros e motos, pelas ruas da pequena Tabira, também na região.

A caminhada em Afogados da Ingazeira partiu do bairro de São Francisco e seguiu até a Avenida Rio Branco, onde o palco montado recebeu Armando, Paulo Rubem, João Paulo e diversas lideranças políticas para um comício. Pouco a pouco, a população foi se juntando ao candidato a governador da Coligação Pernambuco Vai Mais Longe, colorindo os principais pontos da cidade.

A cada esquina, a população procurou externar demonstrações de apoio e estímulo a Armando e à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Armando aproveitou para inaugurar seu comitê regional, assim como também fez em Tabira. As estruturas vão funcionar distribuindo materiais de campanha da chapa majoritária e dos candidatos a deputados estadual e federal da coligação. Além disso, os locais vão servir de ponto de apoio para a militância.

Em suas palavras, Armando afirmou que seu palanque em Pernambuco é o mesmo da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula. “Esse palanque tem o compromisso com a reeleição da presidente Dilma, para que o Brasil não interrompa esse projeto que garantiu e assegurou tantas conquistas”, discursou Armando, avisando que a educação vai ser a “prioridade das prioridades” em seu futuro governo. “Vamos preservar as escolas de tempo integral e ampliá-las. E vamos cuidar bem de quem cuida dos nossos filhos, que são os professores”, prometeu.

GRANDE CARREATA – Na tarde deste sábado (9), Armando, Paulo Rubem e João Paulo puxaram a primeira grande carreata da coligação Pernambuco Vai Mais Longe. O local escolhido foi o município de Tabira, com pouco mais de 27 mil habitantes.

Mais mil veículos, entre carros e motos, participaram do ato, percorrendo um trecho de quase 10 quilômetros. A “caravana azul” saiu do povoado de Riacho do Gado e transitou pelos bairros de João Cordeiro, Barreiros, Fátima e pelo Centro. (A.I.)